Único cão vivo que trabalhou nos resgates do 11 de Setembro ganha festa épica

sog7

Você pode não querer acreditar, mas na última sexta-feira completou 14 anos dos terríveis atentados ao World Trade Center, em Nova York.

Quase três mil pessoas morreram nos atentados, em 11 de setembro de 2001. A tragédia motivou muitos voluntários a auxiliar no resgate às vítimas, que arriscaram sua própria saúde para salvar outras pessoas. Entre eles, havia também um time de cães do corpo de bombeiros, treinados para o resgate, essa semana a última sobrevivente entre eles, completou 16 anos.

A Golden Retriever Bretagne foi um dos primeiros cães a iniciar a busca pelos sobreviventes em meio aos escombros, essa foi sua primeira tarefa real após o treinamento, mas sua treinadora conta que o animal parecia pronto para a tarefa.

Aposentada desde 2008, na sua festa surpresa estavam muitos mimos caninos, um hambúrguer gourmet, as chaves para o parque de cães Hudson River e uma festa com muitos fãs.

Além disso, o hotel 1 Hotel Central Park, que hospedou a festa, doou US$ 1.000 para a Texas Task Force 1, que treina cães de resgate. A homenagem foi promovida pela equipe do site BarkPost, que realiza a ação Dog’s Best Day, oferecendo um dia completo cheio de surpresas para cães que se destacaram por suas ações.

ví primeiro lá no Hypeness

Share on twitter
Twitter
Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email