O Crime não Compensa, se baixar torrent não for crime…

Um dos argumentos mais usados do pessoal que tenta justificar a pirataria é que não há lucro envolvido, então se eu baixar um filme, e não vender, tudo bem.

É um argumento que não convence muito, afinal justifica abrir uma revista no jornaleiro, fotografar todas as páginas e ir embora.

Mesmo assim, é um argumento. Mas o que dizer quando efetivamente há dinheiro envolvido? No caso há MUITO dinheiro. O Mininova, um dos maiores trackers de torrents do planeta, com 17 milhões de pageviews/dia que o diga.

Sua receita em 2007 foi de €1.037.560,00. De onde vem esse dinheiro? Daqui:

picture-13_0

Isso mesmo. Ao acessar o Mininova ou quase todo outro site de torrent, você está consumindo publicidade. A direção do site diz que como eles possuem um serviço de remoção de torrents para os interessados, não podem ser acusados de violação de copyright.

Colou? Não sei, mas enquanto se discute isso, eles faturam 1 milhão de Euros por ano.

Fonte: MeioBit

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp