[MBV] Comandos básicos do sistema GNU/Linux

gnulinuxblogdobraian

Hoje trago para vocês alguns comandos básicos para a operação do Linux em modo texto. Vale lembrar que esses comandos funcionam em qualquer distribuição GNU/Linux.

Cada usuário cadastrado no sistema tem uma pasta com o seu nome que fica armazenada no diretório /home/<nome_usuário>.

Vamos criar uma simples estrutura de diretórios, arquivos e efetuar algumas modificações…

Comandos básicos

Primeiro verifique em qual diretório você está logado. Comando:
$ pwd

Agora, vamos criar uma pasta chamada tux.

$ mkdir tux

Acesse o diretório criado:

$ cd tux

Crie um arquivo dentro desse diretório:

$ touch arquivo1

Agora vamos verificar o conteúdo do diretório.

$ ls -l

Explicação: o comando ls possui muitos parâmetros, nesse exemplo usei -l. O parâmetro -l mostra os arquivos ou diretórios de uma forma mais detalhada (permissões, quantidade de links, quem é o dono e o usuário, tamanho do arquivo, data, hora e o nome do arquivo). Nos próximos textos explicarei com mais detalhes a respeito desse comando.

Agora, vamos escrever “GNU” dentro do arquivo criado. Podemos utilizar alguns editores que já vem instalado no Linux (vi, vim, mcedit), mas nesse exemplo utilizarei o comando echo.

$ echo “GNU” > arquivo1

Explicação: o comando echo tem a função de escrever uma determinada frase ou palavra na tela do computador, ou se preferir, em um arquivo. Para isso utilizei o sinal de >, que significa que a palavra “GNU” será escrita em “arquivo1”.

Verifique o conteúdo do arquivo1:

$ cat arquivo1

O sistema lhe mostrará a palavra GNU.

Digamos que queremos adicionar mais uma palavra ao arquivo1. Vamos escrever “Linux” nesse mesmo arquivo, mas sem apagar a palavra GNU:

$ echo “Linux” >> arquivo1

Perceba que para esse comando eu coloquei duas vezes o sinal >. Isso faz com que a palavra “Linux” seja adicionada ao arquivo1 sem apagar a palavra GNU.

Verifique novamente o conteúdo do arquivo1:

$ cat arquivo1

Faça uma cópia desse arquivo:

$ cp arquivo1 arquivo2

Altere o nome do arquivo2 para arquivo3:

$ mv arquivo2 arquivo3

Mova o arquivo3 do diretório atual para o diretório /home:

$ mv arquivo3 /tmp

Perceba que eu uso o comando “mv” de duas maneiras. A primeira para renomear um arquivo e a segunda para mover o arquivo de uma pasta para outra.

Acesse o diretório /tmp:

$ cd /tmp

Apague o arquivo3:

$ rm arquivo3

ATENÇÃO: Tome cuidado com o comando “rm”, pois se você utilizá-lo sem parâmetro ele apagará o arquivo sem a sua confirmação. Para que isso não ocorra use a opção -i. Exemplo:

$ rm -i arquivo3

Volte ao seu diretório local:

$ cd ~

Agora apague o diretório “tux”. Para isso existem duas maneiras para se apagar um diretório.

Diretório vazio:

$ rmdir tux

Diretório com conteúdo (apaga tudo):

$ rm -r tux

Explicação: A opção -r significa que o comando apagará o diretório tux e o seu conteúdo.

Considerações finais

Bom, essa foi apenas uma breve introdução de alguns comandos necessários para efetuar algumas operações simples no sistema GNU/Linux. Todos os comandos descritos nesse tutorial possuem uma série de opções no qual você poderá consultar a documentação de cada comando, no próprio sistema.

Segue abaixo algumas Man Pages que você poderá verificar para os comandos que foram utilizados aqui.

No terminal de comando digite “man” e o comando desejado.

Por exemplo, verificar o comando pwd:

$ man pwd

Para sair da página aperte a tecla “q”. Troque o comando pwd por qualquer outro que foi citado no artigo para maiores detalhes do mesmo.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp