Agora a culpa é do Halo…

016499934-fmmp00

Ao contrario do Ralph Hardy (Lembra? O menino que chamou as prostitutas pra jogar Halo) o adolescente norte-americano Daniel Petric de 17 anos, matou a mãe e deixou o pai gravemente ferido devido à “dependência do jogo de videogame Halo 3”. (Palavras do advogado dele)

No entanto o juiz do caso rejeitou os argumentos da defesa e deve dar a sentença máxima nas próximas semanas. O garoro está sendo julgado como adulto e pode pegar prisão perpétua, sem direito a condicional.

Em outubro de 2007, então com 16 anos, ele havia comprado o videogame, apesar da proibição de seus pais. Quando o pai dele descobriu, confiscou o jogo e o guardou em uma caixa com chave onde guardava também uma pistola.

Um mês depois, ainda em 2007, Daniel Petric roubou a chave e conseguiu abrir a caixa para pegar tanto o jogo quanto a arma. Depois disso ele atirou contra seus pais, matando sua mãe e deixando gravemente ferido seu pai.

O pai do garoto, que sobreviveu após ser baleado na cabeça, testemunhou e contou que, quando entrou na sala, o jovem disse: “Fechem os olhos porque tenho uma surpresa para vocês“.

Fonte: G1

Sabem algum jogo que nós pudessemos ensinar pro pai do Daniel? 😀

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp